Barra de vídeo

Loading...

21 de mai de 2010

FÉ - TEORIA E PRÁTICA NA FAMÍLIA

A fé possui um valor inestimável na construção da solidez do lar e do equilíbrio da família, mas isso não significa que a sua presença e afirmação diante de outros valores que o mundo tenta impor ao cristão moderno seja fácil. Uma vida de fé verdadeira deve levar ao amor cristão; à solidariedade; ao serviço na obra de Deus; ao bom comportamento; a um a vida exemplar; à um linguajar condizente com o temor a Deus; à honestidade nos negócios; à inconformação com a injustiça; a uma vida de piedade; ao desprendimento em prol do reino de Deus; à paixão pelas almas; à harmonia no lar e tantos outros valores que precisam ser demonstrados no dia-a-dia.

A distância que muitas vezes existe entre teoria e prática da fé nas famílias cristãs faz com que se perca muito da sua eficácia. Se os nossos filhos não puderem perceber que aquilo em que cremos é o que vivemos, então não poderá ser tomado como motivação para a vida deles. Com certeza as gerações mais jovens precisam de valores seguros pelos quais possam viver e ideais pelos quais venham lutar, mas se não demonstrarmos sentido e significado nos valores de fé em que cremos, estes perderão toda a sua validade.

A expressão "faça o que eu mando, mas não faça o que faço" pode ter sentido num contexto de autoritarismo; mas religião não impõe pela força, a não ser a força da fé, do espírito, da compaixão, da solidariedade e do amor. "Não por força nem por violência, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos exércitos" (Zc 4, 6). Se as famílias procurarem estabelecer uma harmonia entre o que se crê e o que se pratica, fazendo uma ponte segura entre teoria e prática, então, os filhos serão abençoados de uma tal forma que poderão extrair seguros para o seu futuro.

No ambiente da família estamos todos nus, literalmente. Somos o que somos, sem sombras nem subterfúgios. É no contexto da família que tiramos as máscaras, mostramos a nossa verdadeira face. Nas atividades mais comezinhas da vida, nas questões do cotidiano, o modo como nos defrontamos com os problemas, a capacidade que temos de pedir perdão, voltar atrás, se erramos, aconselhar, conversar, amar e ser amado, dar carinho, tudo isso vai mostrar quem realmente somos. Se ao tirarmos a máscara não parecer um monstro, seja o monstro da hipocrisia ou mesmo da indiferença, então nossos filhos, nossos vizinhos e nossos amigos perceberão a sinceridade de nossos compromissos.

A fé que resiste ao teste da família resiste ao teste da vida. Fé combina com família, quando família combina com amor. Na dureza da batalha do dia-a-dia, quando se vive em harmonia com a fé, a vida é vitoriosa.

(Extraído do livro Atualidades - 2003)

Nenhum comentário:

Postar um comentário