Barra de vídeo

Loading...

6 de out de 2011

QUEM SOMOS



“Estes que têm alvoroçado o mundo chegaram também aqui” (Atos 17.6b).
Estamos empenhados na campanha para levantamento de recursos para Missões Nacionais e como sugestão de nossa junta, estamos publicando meditações preparadas pelo Pr. Israel Belo de Azevedo para nossa inspiração e despertamento quanto ao interesse que nos move a participar da obra missionária. Transcrevemos a seguir o texto cujo título “Quem Somos” nos desafia a pensarmos em nossa identidade como filhos de Deus e nossa responsabilidade.
“Quando lemos Atos 17.6, somos informados de uma série de episódios, provocados por homens, nomeados como “Estes”. “Estes” têm nomes: Paulo e seu assistente Silas.
Sobre Silas, pouco sabemos, mas sabemos que era um profeta em Jerusalém e foi enviado, como parte de uma equipe, a Antioquia para levar uma carta, que não escrevera. Seu papel era de coadjuvante. Em Antioquia, lida em voz alta a correspondência, pregou e resolveu ficar na cidade. Ali Paulo viu os seus dons e o chamou para compor sua equipe, convite que foi aceito.
Sabemos, então, que Silas sabia que era um coadjuvante, tanto em Jerusalém quanto nas viagens pelo mundo, como parte da equipe, da qual o líder era Paulo.
Cada um de nós precisa saber qual é o seu lugar no Reino de Deus. Há lugar para coadjuvantes, que Deus torna protagonistas, quando são obedientes à sua Palavra. Sobre Paulo, muito sabemos. Paulo sabia quem era e muito sabemos a seu respeito: um homem amado por Deus e por Ele enviado a proclamar a graça de Jesus fora do mundo judeu. Vemos sua vida no livro de Atos, escrito por outro assistente seu, o médico Lucas, e em suas 13 cartas. Paulo mesmo se apresenta como um apóstolo aos gentios (habitantes do mundo romano, exceto os moradores de Israel desde então). Neste gigantesco trabalho, ele se definia como um escravo de Jesus Cristo.
Silas e Paulo transformaram a cidade que visitavam, com o seu modo de viver, que incluía atenção total à Palavra de Deus.
Se queremos alvoroçar o mundo, precisamos saber quem somos. E nossa primeira identidade é esta: somos amados por Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário