Barra de vídeo

Loading...

18 de mai de 2009


Lar e lareira.


“Sigam o caminho do amor...”
1 Coríntios 14.1


É significativo conhecer a origem das palavras.
A palavra “lar” vem de “lare”, que no latim significa, etimologicamente, "a parte da cozinha onde se acende o fogo". Percebeu a profundidade? A idéia original da palavra “lar” é de um lugar íntimo, onde há aconchego. Da palavra “lar”, surgiu a palavra “lareira”. Era ao redor da lareira que a família se reunia, ao redor do fogo, nas noites e dias frios.
Você já percebeu que a palavra “lar” tem sido pouco usada? Não seria devido à distância do seu sentido original em relação ao ambiente que as famílias vivenciam hoje?
Em milhares de famílias já não há mais aquele ambiente de intimidade, de aconchego, de calor humano, de coração ardendo de amor uns pelos outros, de conversa amistosa após um dia de trabalho.
Com certeza, a causa não se dá pelo aquecimento global, que dispensa a lareira nas casas, mas pelo esfriamento das relações humanas na família.
Tal esfriamento se dá devido ao individualismo, que leva ao isolamento; ao consumismo, que faz com que uma mulher ou um homem trabalhe sem parar, com isso sacrificando o convívio familiar; ao carreirismo, que leva as pessoas a priorizar a carreira, em detrimento da família; à tecnologia, que leva homens e mulheres a gastarem horas e mais horas em frente ao computador, visitando páginas da internet, muitas delas altamente maléficas para a moral e para a própria família; à TV, que rouba espaço da conversação.
Em Deus podemos reaquecer nosso coração pelos nossos familiares e fazer com que nossas casas sejam lares onde o amor seja o combustível que aqueça as relações na família. Esse amor tornará aquecida a relação marido-esposa pais-filhos, e teremos um lar no verdadeiro sentido da palavra
.



Pr. Gilson Bifano



Atividades da Semana



Terça-feira (dia 19 às 19h ) - Escola de Líderes -"Relacionamento Pais e Filhos"


Quarta-feira (dia 20 às 19h30) - A quarta é Nossa - "Influenciando vidas no lar"


Sexta à domingo - Impacto Evangelistico

Nenhum comentário:

Postar um comentário