Barra de vídeo

Loading...

18 de dez de 2009

UMA VOZ QUE NÃO PODE CALAR...

Nossa! Pensar que já se passaram 24 anos... Quantas lembranças, quantos feitos realizados, quantas lutas, quantas vitórias nesta longa caminhada... Uma verdadeira maratona!
E já podemos pensar em nos preparar para a conquista do troféu de prata! Afinal, o que temos visto ao longo destes anos, é que esta caminhada tem sido conduzida de maneira a não deixar dúvidas de que o Senhor Jesus tem estado lado a lado com aquele que Ele mesmo convocou para a corrida. E é isso que tem nos alegrado a ponto de poder celebrar até pelas lutas, porque cada uma delas foi vivida com fé, determinação e coragem! Cada uma delas nos fez crescer através do exemplo que nos tem sido deixado como um legado precioso de conduta ética, moral e cristã, vivida por este que hoje consideramos mais que vencedor!
É algo que vai além das mensagens proferidas pelo nosso pastor, é expressão de vida. Uma vida que tem, de fato, tornado manifesto o princípio bíblico que tem sido como um lema em sua conduta: “Em nada considero a vida preciosa para mim mesmo, contanto que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus para testemunhar o evangelho da graça de Deus.” (Atos 20.24). Temos visto esta realidade em sua vida pessoal, familiar, ministerial, enfim, isso tem feito toda diferença!
Queremos nos apropriar deste tempo de celebração para expressar nosso carinho, nossa gratidão e, também, o desejo de que Deus continue a cada dia confirmando em seu coração a sua vocação, lhe renovando em graça, força e sabedoria. Sabemos que os tempos são difíceis, a Palavra de Deus já nos alerta quando diz que “ (...) nos últimos dias haverá tempos difíceis; pois os homens amarão a si mesmos, serão gananciosos, arrogantes, presunçosos, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem afeição natural, incapazes de perdoar, caluniadores, descontrolados, cruéis, inimigos do bem, traidores, inconseqüentes, orgulhosos, mais amigos dos prazeres do que amigos de Deus.”(II Tm.3.1-4). Contudo, é para um tempo como este que Deus o chamou. E não podemos negar que é um tempo em que se tenta de todas as formas fazer calar a voz profética.
Mas a voz que não quer calar é que diz: “ Prega a palavra, insiste a tempo e fora de tempo, aconselha, repreende e exorta com toda paciência e ensino.(...) sê equilibrado em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista e cumpre teu ministério”.(II Tm.4.2,5)
Que seja esse um momento de renovo em seu coração, que o nosso Deus continue trazendo à sua memória tudo o que lhe possa trazer esperança para um contínuo caminhar pleno de realizações no Senhor.
A Deus toda honra, glória e louvor por tudo que Ele tem realizado em e através de sua vida junto a nossa igreja, e já podemos agradecer por tudo que Ele ainda fará!
Com gratidão e carinho,
IBCBR/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário