Barra de vídeo

Loading...

14 de set de 2012

SAL E LUZ



“Permitam-me dizer por que vocês estão aqui. Vocês estão aqui para ser o sal que traz o sabor divino a terra. Se perderem a capacidade de salgar, como as pessoas poderão sentir o tempero da vida dedicada a Deus? Vocês não terão mais utilidade e acabarão no lixo. Há uma outra maneira de dizer a mesma coisa: vocês estão aqui para ser luz, para trazer as cores de Deus ao mundo. Deus não é um segredo a ser guardado. Vamos torná-lo público, tão público quanto uma cidade num plano elevado. Se faço de vocês portadores de luz, não pensem que é para escondê-los debaixo de um balde virado. Quero posicioná-los onde todos possam vê-los. Agora que estão no alto do morro, onde todos conseguem enxergá-los,tratem de brilhar! Mantenham a casa aberta. Que a generosidade seja a marca da vida de vocês. Mostrando-se acessíveis aos outros, vocês motivarão as pessoas a se aproximar de Deus, o generoso Pai do céu”. (Mateus 5:13-16)

      O texto acima, na versão da Bíblia em Linguagem Contemporânea, nos convida a refletir no compromisso que um dia assumimos com Deus, de fazer a diferença neste mundo. Num contexto cruel e desafiador em que predominam os costumes e conceitos que vêm na contramão de tudo quanto aprendemos na Palavra de Deus, somos chamados a “ser luz para o mundo e sal para a terra” numa sociedade que se degrada, da qual, queiramos ou não, somos partícipes e muitas vezes sem saber o papel que nos compete como crentes. Não podemos ficar alheios. Fazemos parte dela também e somos responsáveis como filhos de Deus, pelo bem-estar e o desempenho saudável desta geração.
      Como igreja do Senhor, temos procurado cumprir o nosso papel e hoje estamos iniciando mais uma campanha de levantamento de recursos para a obra missionária em nosso país. Convido você meu amado irmão a fazer o seu alvo, enquanto você pensa nos milhares de seres humanos vivendo na miséria espiritual, no mundo das drogas, da prostituição, do crime, da marginalidade, da pobreza, do abandono, da violência e da discriminação.
      Não podemos jamais ficar indiferentes e às vezes até convivendo pacificamente com os modelos de uma sociedade corrupta e perversa. E o imperativo é: SEJA LUZ! Antes de qualquer coisa, a fidelidade em nosso testemunho pessoal é requerida por Deus e cobrada em nosso viver onde quer que estejamos: em casa, na vizinhança, no trabalho, na escola, na faculdade, no ônibus, no supermercado, na quadra de esportes, no clube que frequentamos, no namoro, nos relacionamentos, nossa maneira de tratar, em nossos negócios, etc...
      Vale a pena o esforço, vale a pena obedecer ao Senhor e não se moldar ao padrão do mundo (Romanos 12:1-2). É compensador fazer a vontade de Deus: SER SAL E LUZ.
                                                               Que Deus nos abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário